6 de março de 2017

Três meninas

Raio de sol brilha chamando atenção da lua
Embora tão distantes, por um momento se tornam um
A luz tão majestosa que se esconde para não ofuscar a lua
Pequena lua que recebe o brilho do sol e das estrelas para brilhar.

Raio de sol pequeno, por vezes ofusca a fica
Tão brilhoso e intenso que parece cegar,
Mas esse esse brilho é apenas a forma de acender a escuridão.
Raio de sol só acende para não deixar a lua com medo da escuridão.

Passarinho chegou para admirar o raio de sol,
riscou o céu tentando tocar seu coração,
Passarinho bobo já havia ganhado o raio de sol,
E a Lua pequena já havia sido conquistada.
Passarinho destemido ao anoitecer admira a lua.

2 de fevereiro de 2017

Dividida

Despedace-me,
Estraçalhe cada sentimento meu
Destrua cada momento que eu achei que fosse bom
Me faça virar a cabeça, me faça querer sumir

Despedace-me,
Acabe com meus sorrisos
Sorria das minhas lágrimas
Me faça voltar ao estágio final

Despedace-me,
Me faça sentir ódio
Me faça quebrar pratos
Danifique cada pedaço do meu ser

Despedace-me,
Mas me permita sentir demais
Me permita dramatizar demais.
Para que eu nunca seja aqueles que sentem menos
- ou nada -

Pensamentos:

Eu fico bobo com esse jeito de amar dos outros que, na verdade, só aceita o mundo de acordo com as cores que quer. Fico bobo com essa história de 'eu te amo' que só se trata quando as histórias fluem para o bem de um lado só. Amor é uma via de duas mãos, tudo o que vai, um dia deverá voltar. Amor é recíproco, é aceitar o outro por completo e não somente as partes que te agradam.

29 de janeiro de 2017

Socorro mudo

E quantas vezes você conseguiu interpretar meu silêncio
Em meio as lágrimas que escondi por medo de julgamentos,
Eu me distanciei de todo mundo,
Mas no fundo estava precisando de um socorro, um alento.

Os meus medos nunca mais serão ouvidos,
As noites não serão mais aterrorizantes,
Os meus sonhos não me deixarão mais inquieto,
Eu viverei num mundo que não será mais o real.

O meu socorro mudo deveria ter sido ouvido,
O grito silencioso que ecoa por um firmamento imenso
E eu dentro desta bolha tão fria
Um poço que cada dia que passa parece muito mais denso.

E agora foi lançado o meu silêncio em um quarto escuro,
Quem dera pudessem ouvir aquele meu grito mudo,
Para que alguém pudesse me salvar do que eu sentia
Mas não sei bem se queria ser salvo ou se alguém conseguiria.

Agora os pesadelos se foram,
A dor já não pode mais ser sentida
Minh'alma já não mais se dilacerará em meu torço
E minha partida, doce ida finalmente aliviou minha dor
- ou não -

Partida

Um copo de cólera, uma dose de uísque
Prisão dentro de um corpo que não mais existe
Pensamentos tão depressivos que não são controláveis
Uma arma na mão e desejos não pensáveis.

Ela está se despedindo dos seus pensamentos
Os ressentimentos tomando o seu corpo
O muro se partiu, não pode mais se manter
E um desejo de acreditar que não vai enlouquecer.

A dor em ver que o mundo continuará sem ela
A alma se despedindo, desistindo de lutar
Um coração muito mais ferido do que um soldado de guerra
Ela atirou, em seguida o silêncio paira do ar.

18 de junho de 2015

Dormência

Ainda existe em mim uma figura dolorida, horas irritada e tão reprimida por sentimento confusos e cheios de martírios que eu não deveria mais sentir. Eu preciso mandar embora essa parte de mim que me faz falecer, me mata, me suicida, me corrói, me destrói, me ofende, me faz sentir consumida por sentimentos que eu jurei não mais sentir. Olha, eu estou tão fodida em meus pensamentos que o mundo inteiro parece ser o pior lugar, então, dentro de mim há uma briga dentro de mim, e não existe juiz, é infinita, eu me sinto presa a duas almas, e isto me dar dormência. Eu preciso afogar algum lado meu, mas infelizmente, não sei como matar a mim mesma, sem ferir o inteiro.

3 de junho de 2015

Não precisa ter sentido .

Não precisa ter sentido,
Só precisa ter você e eu.
São olhares que dizem mais do que palavras,
Abraços que se apertam e não sabem se deixar.
É uma saudade que parece não ter fim.
É um amor,
Desejo,
Ansiedade,
Sorrisos,
Mimos,
Palavras silenciadas,
Beijos

16 de maio de 2015

Universo

Eu não sei como funciona o seu mundo, mas tenha a certeza de que o meu foi afetado pelo seu jeito egoísta de ser. Eu cresci com uma presença de alguém que nunca existiu, que era apenas um personagem que me prometeu que nunca me deixaria, e então eu acreditei que tudo o que estava acontecendo era passageiro, que você não me deixaria, mas você me deixou. A minha mente estava tão confusa, que eu lutava para acreditar em cada mentira sua, mesmo sabendo que não iria dar certo, o meu coração já estava quebrado, e isso me afeta até os dias de hoje, e a minha vida está pregada numa cruz que eu não deveria carregar. Porque você não carregou seus próprios problemas? Porque você não enfrentou seus medos? Porque você me fez reprimir e deprimir tudo de bom que eu tinha em mim? Eu estou despedaçada, e não consigo juntar os pedaços que você simplesmente destruiu o que eu tinha de melhor, e eu não consigo afastar de mim a visão que você deixou, você me abandonou quando eu mais precisava, e não consegue lidar com a consequência disso, embora eu já tenha me formado pelo que fiquei de bom, você não teve parte nisso, eu me refiz, e agora eu tento me libertar do que você deixou. O seu universo paralelo não percebe, mas eu fui destruída por ele.

15 de abril de 2014

Desabafo: O medo

Medo é uma palavra que sempre me assustou, na verdade, eu tinha mais medo da palavra do que do ‘que’ ou do ‘quem’. É, acho que demorei um pouco a amadurecer minhas atitudes, e minhas escolhas, tanto que as pessoas sempre acham que vou desistir, quando faço um novo plano, e isso dói mais do que a desistência. Desta vez estou tentando caminhar com minhas pernas, o caminho tem sido difícil, aquela espera infinita, que sempre me tira a paciência, mas meu coração pulsando, dizendo que eu estou, finalmente, me encontrando. As nossas escolhas não devem ser feitas para agradar a ‘A’ ou ‘B’, mas para nos fazer fortes o suficiente para encarar o mundo. A estrada tem sido longa, fiz algumas escolhas erradas e fadadas a me fazer acreditar que não tinha sido feita para realizar uma tarefa, cheguei a duvidar do que Deus tinha planejado pra mim, até sentir tanta angústia e duvidar do próprio Deus. Hoje, eu estou conseguindo juntar as peças do meu quebra-cabeça, e estou disposta a arcar com as consequências das minhas escolhas, para conseguir realizar meu sonho, o caminho se aperta ainda mais, porém, quando mais apertado ele fica, mais certeza sinto que estou indo pelo caminho certo. Hoje eu não deixo que a opinião negativa me influencie, finalmente eu tenho um sonho pra mim, e para realizar meu sonho tenho que sacrificar o lado negativo de algumas opiniões, e isso não tem sido um trabalho árduo, tem sido maravilhoso, na verdade. Eu, hoje, posso dizer que me encontrei, quando eu acreditava ser inútil de todas as formas possíveis, eu me encontrei, e a minha inutilidade me fez ver a utilidade que Deus tinha armazenado dentro de mim. Acho que finalmente consegui, encontrei o meu sonho, e vou seguí-lo. Sinto muito se as minhas escolhas vão machucar alguém, mas é que prefiro viver um sonho, do que viver cheia de dinheiro. De agora em diante, eu sigo em frente. Sinto muito se deixei alguém pra trás, é que neste momento, eu quero ouvir somente o meu coração. 

27 de março de 2014

O meu cantinho

Estava tudo bagunçado, fora do lugar. Na verdade, estava tudo de cabeça para baixo, e eu não tinha coragem de remexer em tudo, de sentir todas as dores de novo, pra poder deixar tudo arrumado. Ele chegou, com um sorriso no rosto, me pediu pra sentar, arrumou tudo, jogou fora tudo que me fazia mal, e colocou uma foto dele em cada lugar, o seu cheiro ficou naquele cantinho ali, e nada mais tirava. Ele mudou minha vida, arrumou meu coração, fez-se presente. Ele, é o amor da minha vida, e nada mais importa. O meu cantinho tão dolorido, tão desarrumado, ele fez questão de organizar.

24 de março de 2014

Responderei sempre.

Se um dia me perguntarem o que sinto por você, eu poderei explicar exatamente. 

Não é que eu não possa viver sem ele, é que a vida não faria sentido sem estar com ele ao meu lado. 

Não é que ele seja meu foco, é que ele mantém o meu coração crente que eu vou conseguir. 
Não é que ele seja o motivo de eu sorrir, é que ele me faz sorrir sem motivo. 
Não é que eu viva por ele, é que só com ele que eu imagino viver. 
Não é que casamento seja meu fascínio, é que não consigo ficar longe dele. 
Não é que eu só me importe com ele, é que ele me faz sentir importante. 
Não é que ele tenha desfeito meus planos, é que ele fez meus planos serem aprimorados quando pediu um espaço em minha vida. 
Eu não preciso explicar o que temos, as pessoas só precisam entender o que sentimos. O amor que temos não é explicável, ele é apenas amor de verdade.

20 de janeiro de 2014

Pedaços da minha alma

Sou como uma cerca cheia de buracos que fizeram, marcando-me como um pedaço de madeira qualquer, e nada parece suprir a necessidade de tapar esses buracos que foram feitos - embora com minha permissão - dentro do meu coração, retalhando o meu corpo e espírito diante de tantos medos que via a minha frente. Hoje, fiquei com os meus pedaços espalhados pelo caminho, e sem poder entender como posso juntar a mim mesma, se as pessoas que eu me deixei levar sumiram da minha vida, ou continuam arrancando pedaços da minha alma. A minha alma se encontra perdida e despedaçada, e a única coisa que restou foi minha fé. Eu não consigo falar, gritar ou berrar a dor que sinto, porque até a minha voz levaram de mim. Eu sou como uma cerca, cheia de buracos, que as pessoas fizeram para tapar os seus próprios buracos, e fazer de mim uma alma despedaçada.

16 de dezembro de 2013

Esse meu coração sensível e contido.

Esse meu coração sensível e contido. 
Meus olhos cheios de lágrimas e minha fé por um fio,
Meus medos brotam, ao ver que as pessoas já não se olham mais.
O que aconteceu com a confiança das pessoas?

Esse meu coração sensível e contido. 
Essa dor não é minha, então porque minh'alma sofre tanto?
Ora, que lugar é esse que eu me perdi?
O meu coração grita por socorro.

Esse meu coração sensível e contido. 
E essa angústia que me mastiga por dentro,
E os meus olhos buscam um olhar que me ajude,
Mas está escuro, e a dor não cessa.

Esse meu coração sensível e contido. 
É incontrolável, é estranho, não sou eu.
E que caminhar é esse que tenho traçado?
O meu medo contém meus passos,
A minha angústia corrói meu coração.

12 de novembro de 2013

Desabafar.

Moerei meus sentimentos sem temer o desconhecido. Ora, que dor é essa dentro do meu coração? O meu mundo submerso dentro de uma ilusão tão profunda que eu já não vejo mais a superfície. Eu grito, mas ninguém pode me ouvir, um medo consome meus sonhos e eu já não sei mais o que escolher. Os meus passos estão marcados por uma sentença que eu não escolhi. E quem fez estas escolhas por mim? Eu estou cheia de perguntas, e quanto mais escolho, ainda mais complicado fica. Estou em um abismo sem fim, e o que posso fazer, se ninguém escuta os meus gritos?! Afogarei minhas dores, dentro de mim mesma, e jamais confessarei os meus pensamentos. A dor é melhor quando fica silenciosa, e o meu socorro já pediu suicídio.

12 de outubro de 2013

Ives Ricardo - Meu amor.

Ao olhá-lo dormir posso sentir a brisa do céu tocar meu coração como se fosse um sonho distante, ao entrelaçar o desejo de estar perto e vontade de nunca mais me afastar. Posso sentir meu coração disparar e perceber que entre nós existe algo mais forte que o amor, muito mais forte do que podemos descrever, é algo que só pode ter sido dado por Deus. Ao vê-lo sorrir, eu imagino meus filhos iguais a ele, com aquele sorriso de criança e uma ansiedade ao me olhar, e aquele cuidado eterno e terno. Quando ele toca minha mão, eu posso ter a certeza que irei a qualquer lugar, sem importar o que vá acontecer, porque a segurança que ele me dá, vai além do medo do desconhecido. Ao vê-lo ir embora, sinto um aperto no coração, mas a certeza de que ele vai voltar, porque sei que entre nós dois existe algo que é mais forte que um imã. Nós nascemos um para o outro, e isso não irá mudar. 

"E que um dia minhas preces sejam ouvidas, e que tenhamos mais chegadas, do que partidas"

11 de outubro de 2013

Caminhos

E de tanto o nosso caminho se cruzar,
De tanto esse carinho me apaixonar,
Eu quero os meus caminhos no seu caminhar.

1 de agosto de 2013

O mais inglório.

Eu e minha incompetência de desamar.
Sim, desamar.

Apegar-se totalmente a fé, até que a última gota seja espremida,
Ignorando a dor, e a tragédia de continuar com a vida,
Seguindo por caminhos obscuros e inconsequentes.
Eu estou inconsciente de mim mesma.

Os meus pés descalços, tremem ao tocar o chão,
Em lágrimas minha fé se encontra em pedaços,
E eu já não sei mais onde achar meu coração.
"Que diabos eu fiz pra me perder assim?!"

Existem lugares tão sombrios em mim,
Que me perco, ao me procurar.
Eu tenho mania de ser dependente sim,
Dependo da minha competência de super amar.

30 de junho de 2013

Em desânimo .

Em tristeza escrevo, sem motivos suficientes,
Inspiração que me falta e desejos em mente,
Acho que estou pronta pra sumir.
Depois de tanto tempo passado, eu ainda habito num lugar sombrio.

Será que realmente me conheceria, se vivesse comigo?
Me pergunto se aquele abraço significa o que penso,
Ou se num primeiro desleixo, acabará como ilusão.
Frio nas mãos, e um medo no estômago,
Acho que pouca coisa mudou em mim.

Um sorriso falso e uma promessa de que está tudo bem,
As pessoas se calam e acreditam num sorriso morto,
O sorriso não fala, mas o morto diz um pouco de mim.

Talvez sumir fosse uma solução simples,
Pra quem é covarde e tem medo de assumir um mundo.
Mas quem assumiu o mundo e não sabe o que fazer,
Sumir é apenas mais uma solução pensada, para evitar o medo.

9 de junho de 2013

Pequeno verso.

O meu menino, tão pequenino se aninha pra dormir.
Longe dos meus braços, parece perdido, não tem pra onde ir,
Meu menino, volte logo, estou a te esperar,
Não importa a distância, o amor é grande,
Eu sempre hei de te amar.

Quando você chegar...

Meu coração conta as horas, como se fossem segundos.
Minhas mãos gelam e a boca seca, imaginando que vou te encontrar.
Correrei para seus braços e fecharei os olhos, te protegendo com minha fé,
Fazendo de nós dois um só coração, sentirei seu sorriso em meu pescoço,
E que o mundo termine.

Quando você chegar, vou sorrir o dia todo,
Correr a duzentos quilômetros até o aeroporto,
Quase sentindo o carro flutuar.
Mas não importa quanto tempo demore, eu não vou esperar.

O tempo passa rápido, parece estar ao meu lado, posso contar com ele,
Logo que anoitece, meu coração enobrece, porque sei que um dia se foi,
Correrei para meus sonhos, porque em seus braços irei descansar.

Por você, vale a pena esperar,
Passar dias distante, feriados vazios, e mesmo assim estar feliz,
Porque o amor que sinto, vale mais do que a distância que nos separa.
Então, uma ligação dizendo "Eu te amo", faz meu coração disparar,
E numa noite de sono, em pensamento, posso em seus braços me aninhar.

Quando você chegar, permanecerei aqui,
E não importa quantos dias falte, eu já posso te sentir.