19 de maio de 2018

Olhe pra mim

Doses de uísque e vodka dobradas,
garrafas soltas e espalhadas no chão.
Minh'alma em pedaços e sorrisos falsos para disfarçar.
Olhe pra mim, olhe em meus olhos e me finalize.

Eu preciso que você acabe com tudo isso,
pare de gritar em minha cabeça e faça.
Sim faça àquilo que veio fazer no momento que entrou em mim.
Olhe pra mim, olhe em meus olhos e me finalize.

Estou encostada no canto da parede, o sangue escorre com a dor,
meu corpo agoniza, mas minha cabeça sente um alívio.
Já não existe mais agonia e angústia.
Sim, ela olhou para mim e me finalizou.

18 de maio de 2018

E o trem não pára!

Eu estou à beira do abismo,
Um trem que se colidiu e não consegue se reconstruir.
Eu sou aquela passageira que não consegue gritar por socorro.
Ela quis estar no trem, ela foi salvar a vida de alguém, mas não percebeu que estava perdendo a dela.

Todos já foram, acabou o show de pedaços humanos e dor,
Mas ela ainda está lá, gritando por dentro, o objetivo de ter entrado naquele trem.

Não, ela não é um caos total. Ainda há uma chama que mostra a importância dela para o equilíbrio do mundo. E é por isso que no meio do choque, ela permaneceu ali.

Sou tão sentimental

Eu estou muito cansada de engolir meus gritos
esconder sentimentos vivos e não poder ser sentimental.
Eu sou tão sentimental e - te juro - prefiro assim.

Ando cansada dessas falsas emoções
Da frieza no olhar e dos momentos de declaração perdidos.
Eu quero poder chorar de rir ou de sentir saudade,
quero soluços e dores na barriga de tanto rir.

Ando tão cansada da angústia no estômago,
do embrulho e do nó na garganta.
Eu quero uma balada nova,
eu quero uma sessão de nostalgia de emoções.

Ah, eu ando tão cansada de sentir a frieza,
quero o calor dos sentimentos, os sorrisos dados de e por graça
Eu sou tão sentimental e - te juro - prefiro assim.

26 de abril de 2018

Apenas mais uma

Você se engana com o tempo, achando que ele vai curar essa dor,
mas os espelhos revelam a tristeza profunda que você carrega.
Você está sozinha,
nada do que você sente será levado a sério.
Não, não adianta chorar, você é apenas mais uma.

O mundo machuca a sua alma,
você sorri por fora e se rasga por dentro,
mas talvez não tenha percebido que nada é do jeito que você queria.
Já percebeu que você estraga tudo com facilidade?
Talvez seja isso que você não tenha visto em sua volta.

As vozes gritam dentro da sua cabeça,
você sabe que nada disso é real.
Mas, talvez, seja apenas o fruto da dor que você plantou.
Já percebeu que ninguém enxerga sua angústia?

Você se isola da felicidade dos outros,
te dói por dentro não conseguir o que tanto quer.
E então você olha os espelhos da sua casa e percebe a realidade mais dolorosa.
Você está sozinha.

25 de abril de 2018

Sim, isso é depressão

E então você muda e amadurece suas ideias,
muda seus pensamentos e seu modo de agir.
Você muda seu modo de amar as pessoas,
seu jeito de sorrir não é mais o mesmo.

Você senta no chuveiro e chora,
as lágrimas saem quentes e isso diferencia a água que cai em suas costas.
Você se desespera e grita em silêncio,
mas isso você não faz questão de mostrar para as pessoas.

E então as pessoas te julgam pelo que você se tornou,
e sua cabeça não entende.
Mas as pessoas não enxergam como sua cabeça está,
as pessoas não vêem quantas noites você adormeceu de tanto chorar.

Quando o momento fala

Será que o silêncio dos cortes diz quem você é?
Será que sua alma gritando dentro do corpo é o que você quer?
E o barulho do seu corpo chegando ao chão pode ser seu grito de socorro?

Quantos cortes no corpo serão necessários para mostrar o quanto está doendo?
E quantas vezes eu posso pedir perdão a mim mesma e não querer apagar meu brilho?
Quantas vezes posso ser eu mesma e aceitar isso?

E todos os dias que seu corpo se arrasta por tristeza pelas ruas
E as pessoas não enxergam o que você está sentindo.
Seus olhos gritam e pedem socorro,
mas sua voz não se permite sair.

E todos os momentos que você vê alguém com os olhos cheios de lágrimas, sorrir
E essa pessoa começa a sorrir, quando quer chorar
Mas você não faz nada a respeito.
Isso não diz muito sobre você?

22 de abril de 2018

Granada

Existe dentro de mim uma granada
Sentimentos que não dissipam
Emoções que não evaporam
Dores que não param de latejar.

Existe uma bomba em mim
Somatiza minha raiva
Explica minha insanidade
Me impede de me desligar.

Eu já lutei,
Eu já tratei,
Já me vinguei tantas vezes
Mas essa bomba não parece desativar.

Prévia de um suicídio juvenil?
Sinopse de um filme dramático?
História de desonra e guerra?
Ou apenas uma jovem, cujos nelas os sentimentos imperam?

Império. Impedir. Impedimento.
Silêncio. Calada. Granada. Monumento!

11 de abril de 2018

Dom ou castigo?



As pessoas não querem saber se você está bem
Desde que você possar fazer curativos em suas feridas
Que esconda seus sangramentos
Que tenha bons conselhos e um ombro para que elas possam chorar.

As pessoas não querem saber se você está bem
Desde que suas dores sejam silenciadas
Que suas lágrimas sejam justificadas com um sorriso hipócrita
E que tudo pareça estar indo bem.

As pessoas não vão se importar se você está bem
Mesmo que você aponte para a sua ferida
Solte frases aleatórias ou figuras para se expressar
Mude seu gosto musical e levante seus dedos cheios de sangue para dizer que tudo está indo bem.

As pessoas não querem saber se você está bem
Nem se você conseguiu sair da cama
Se você está usando sua medicação
Ou se seu psiquiatra sabe o que você sente.

As pessoas não vão se importar se você está bem
Desde que na queda do avião você ponha a máscara em todos
E em seguida grite de medo, todos estarão em pânico e não ouvirão seus gritos
Mas agradecerão por ter escondido os cortes nos pulsos, para secar as lágrimas delas.

As pessoas não vão te ligar
Desde que você esteja ali quando elas precisarem
Que suas fotos sejam cheias de vida
E que a maquiagem esconda bem suas olheiras.

As pessoas não vão te procurar
Mesmo quando você está em agonia no chão,
Seu sorriso escondendo uma imensa depressão
E seus olhos fitarem o céu, para evitar ver a si mesma.

As pessoas vão te jurar que você tem um dom
O dom de aconselhar, acolher e sentir a dor do outro.
Mas os remédios, o uísque, o cigarro e a gilete usada constantemente
Vão te mostrar que você tem um castigo.

As 25 mensagens não lidas, enquanto você estiver sumida te dirão que você tem um dom.
Mas o nó na garganta, a dormência nos dedos, os desmaios no banheiro e os gritos no travesseiro te mostrarão que você sofre um castigo.

As pessoas não vão te procurar
Mesmo que suas mensagens se tornem monossilábicas
Que você desista de mostrar falsos sorrisos
E que se entorpeça de remédios.

O que importa é o seu dom de fazer com que elas se sintam felizes.
Em contrapartida, as cicatrizes te lembram o que é estar mal.
Ninguém vai se importar.

3 de abril de 2018

Sussurros

Manchas de sangue no carpete 
As dores que falam e as asas cortadas
O remorso das palavras que não foram ditas
A carta ainda fechada em cima da mesa.

Manchas de sangue no carpete 
Meu corpo jogado no canto da sala
Pulsos cortados, o cheiro de sangue exala 
Mas a dor do meu peito não parou.

O telefone chama, grita, mas não consigo voltar pro meu corpo
Meu rosto branco, meus olhos parados e sem brilho,
A porta é arrombada e entram três pessoas de branco.
Vejo uma luz nas costas de cada uma.

Eu não sei quem são,
Duas cuidam dos pulsos 
A terceira do coração. 
Choques, gritos, orações.

Eu volto ao meu corpo, 
Sinto o coração pulsar de forma dolorosa,
Sinto os olhos da terceira pessoa sorrindo, por trás da máscara branca.
E as outras duas apenas dizem "graças a Deus".

Em meio a tanta loucura e turbulência 
me pergunto "quem chamou a ambulância?" 

Todos os dias alguém precisa ser salvo,
Este foi o meu dia.

1 de abril de 2018

Nua

Nua, sua, lua e as estrelas a admirar
Jogada, debruçada e perdida em uma vastidão de sentimentos.
Você me largou em meio a uma turbulência,
E neste avião só tinha um paraquedas.

Nua, minha, sol e as nuvens a afirmar
Estou partida em mil pedaços queimados pelo chão,
Cada pedaço de mim transpassando a barreira entre sonho e som.
Já não tenho voz, olhos, braços.

E já não tem mais abraços e laços,
Despedaçada, destroçada, desfeita.
Uma espada atravessou minha medula e a dor não foi tão forte,
Doeu mais te ver ir embora.

E agora já não resta mais nada, já fui rompida
Interrompida
Descabida
Desmedida
Perdida.

24 de março de 2018

Silêncio

E havia silêncio, dúvidas, medo e insegurança,
palavras rasas, sentimentos profundos e danos que pareciam irreparáveis. 
Havia mágoas, náuseas, angústia e agonia,
e restava sentimentos vazios e incompreensíveis.

E como o silêncio era solução de seus danos,
reparação de anos,
constantes respostas de noites de choro.

E o silêncio era resposta as suas dúvidas,
era o melhor lado da história, 
era o que lhe tirava angústias.

E quão enlouquecedor era o silêncio,
doloroso, mas bom de se sentir, 
e então apreciei de fato essa loucura que o silêncio me causava.

- O silêncio é maravilhoso, afinal, pode ser resposta, solução e enlouquecedor. -

6 de março de 2017

Três meninas

Raio de sol brilha chamando atenção da lua
Embora tão distantes, por um momento se tornam um
A luz tão majestosa que se esconde para não ofuscar a lua
Pequena lua que recebe o brilho do sol e das estrelas para brilhar.

Raio de sol pequeno, por vezes ofusca a fica
Tão brilhoso e intenso que parece cegar,
Mas esse esse brilho é apenas a forma de acender a escuridão.
Raio de sol só acende para não deixar a lua com medo da escuridão.

Passarinho chegou para admirar o raio de sol,
riscou o céu tentando tocar seu coração,
Passarinho bobo já havia ganhado o raio de sol,
E a Lua pequena já havia sido conquistada.
Passarinho destemido ao anoitecer admira a lua.

2 de fevereiro de 2017

Dividida

Despedace-me,
Estraçalhe cada sentimento meu
Destrua cada momento que eu achei que fosse bom
Me faça virar a cabeça, me faça querer sumir

Despedace-me,
Acabe com meus sorrisos
Sorria das minhas lágrimas
Me faça voltar ao estágio final

Despedace-me,
Me faça sentir ódio
Me faça quebrar pratos
Danifique cada pedaço do meu ser

Despedace-me,
Mas me permita sentir demais
Me permita dramatizar demais.
Para que eu nunca seja aqueles que sentem menos
- ou nada -

Pensamentos:

Eu fico bobo com esse jeito de amar dos outros que, na verdade, só aceita o mundo de acordo com as cores que quer. Fico bobo com essa história de 'eu te amo' que só se trata quando as histórias fluem para o bem de um lado só. Amor é uma via de duas mãos, tudo o que vai, um dia deverá voltar. Amor é recíproco, é aceitar o outro por completo e não somente as partes que te agradam.

29 de janeiro de 2017

Socorro mudo

E quantas vezes você conseguiu interpretar meu silêncio
Em meio as lágrimas que escondi por medo de julgamentos,
Eu me distanciei de todo mundo,
Mas no fundo estava precisando de um socorro, um alento.

Os meus medos nunca mais serão ouvidos,
As noites não serão mais aterrorizantes,
Os meus sonhos não me deixarão mais inquieto,
Eu viverei num mundo que não será mais o real.

O meu socorro mudo deveria ter sido ouvido,
O grito silencioso que ecoa por um firmamento imenso
E eu dentro desta bolha tão fria
Um poço que cada dia que passa parece muito mais denso.

E agora foi lançado o meu silêncio em um quarto escuro,
Quem dera pudessem ouvir aquele meu grito mudo,
Para que alguém pudesse me salvar do que eu sentia
Mas não sei bem se queria ser salvo ou se alguém conseguiria.

Agora os pesadelos se foram,
A dor já não pode mais ser sentida
Minh'alma já não mais se dilacerará em meu torço
E minha partida, doce ida finalmente aliviou minha dor
- ou não -

Partida

Um copo de cólera, uma dose de uísque
Prisão dentro de um corpo que não mais existe
Pensamentos tão depressivos que não são controláveis
Uma arma na mão e desejos não pensáveis.

Ela está se despedindo dos seus pensamentos
Os ressentimentos tomando o seu corpo
O muro se partiu, não pode mais se manter
E um desejo de acreditar que não vai enlouquecer.

A dor em ver que o mundo continuará sem ela
A alma se despedindo, desistindo de lutar
Um coração muito mais ferido do que um soldado de guerra
Ela atirou, em seguida o silêncio paira do ar.

18 de junho de 2015

Dormência

Ainda existe em mim uma figura dolorida, horas irritada e tão reprimida por sentimento confusos e cheios de martírios que eu não deveria mais sentir. Eu preciso mandar embora essa parte de mim que me faz falecer, me mata, me suicida, me corrói, me destrói, me ofende, me faz sentir consumida por sentimentos que eu jurei não mais sentir. Olha, eu estou tão fodida em meus pensamentos que o mundo inteiro parece ser o pior lugar, então, dentro de mim há uma briga dentro de mim, e não existe juiz, é infinita, eu me sinto presa a duas almas, e isto me dar dormência. Eu preciso afogar algum lado meu, mas infelizmente, não sei como matar a mim mesma, sem ferir o inteiro.

3 de junho de 2015

Não precisa ter sentido .

Não precisa ter sentido,
Só precisa ter você e eu.
São olhares que dizem mais do que palavras,
Abraços que se apertam e não sabem se deixar.
É uma saudade que parece não ter fim.
É um amor,
Desejo,
Ansiedade,
Sorrisos,
Mimos,
Palavras silenciadas,
Beijos

16 de maio de 2015

Universo

Eu não sei como funciona o seu mundo, mas tenha a certeza de que o meu foi afetado pelo seu jeito egoísta de ser. Eu cresci com uma presença de alguém que nunca existiu, que era apenas um personagem que me prometeu que nunca me deixaria, e então eu acreditei que tudo o que estava acontecendo era passageiro, que você não me deixaria, mas você me deixou. A minha mente estava tão confusa, que eu lutava para acreditar em cada mentira sua, mesmo sabendo que não iria dar certo, o meu coração já estava quebrado, e isso me afeta até os dias de hoje, e a minha vida está pregada numa cruz que eu não deveria carregar. Porque você não carregou seus próprios problemas? Porque você não enfrentou seus medos? Porque você me fez reprimir e deprimir tudo de bom que eu tinha em mim? Eu estou despedaçada, e não consigo juntar os pedaços que você simplesmente destruiu o que eu tinha de melhor, e eu não consigo afastar de mim a visão que você deixou, você me abandonou quando eu mais precisava, e não consegue lidar com a consequência disso, embora eu já tenha me formado pelo que fiquei de bom, você não teve parte nisso, eu me refiz, e agora eu tento me libertar do que você deixou. O seu universo paralelo não percebe, mas eu fui destruída por ele.

15 de abril de 2014

Desabafo: O medo

Medo é uma palavra que sempre me assustou, na verdade, eu tinha mais medo da palavra do que do ‘que’ ou do ‘quem’. É, acho que demorei um pouco a amadurecer minhas atitudes, e minhas escolhas, tanto que as pessoas sempre acham que vou desistir, quando faço um novo plano, e isso dói mais do que a desistência. Desta vez estou tentando caminhar com minhas pernas, o caminho tem sido difícil, aquela espera infinita, que sempre me tira a paciência, mas meu coração pulsando, dizendo que eu estou, finalmente, me encontrando. As nossas escolhas não devem ser feitas para agradar a ‘A’ ou ‘B’, mas para nos fazer fortes o suficiente para encarar o mundo. A estrada tem sido longa, fiz algumas escolhas erradas e fadadas a me fazer acreditar que não tinha sido feita para realizar uma tarefa, cheguei a duvidar do que Deus tinha planejado pra mim, até sentir tanta angústia e duvidar do próprio Deus. Hoje, eu estou conseguindo juntar as peças do meu quebra-cabeça, e estou disposta a arcar com as consequências das minhas escolhas, para conseguir realizar meu sonho, o caminho se aperta ainda mais, porém, quando mais apertado ele fica, mais certeza sinto que estou indo pelo caminho certo. Hoje eu não deixo que a opinião negativa me influencie, finalmente eu tenho um sonho pra mim, e para realizar meu sonho tenho que sacrificar o lado negativo de algumas opiniões, e isso não tem sido um trabalho árduo, tem sido maravilhoso, na verdade. Eu, hoje, posso dizer que me encontrei, quando eu acreditava ser inútil de todas as formas possíveis, eu me encontrei, e a minha inutilidade me fez ver a utilidade que Deus tinha armazenado dentro de mim. Acho que finalmente consegui, encontrei o meu sonho, e vou seguí-lo. Sinto muito se as minhas escolhas vão machucar alguém, mas é que prefiro viver um sonho, do que viver cheia de dinheiro. De agora em diante, eu sigo em frente. Sinto muito se deixei alguém pra trás, é que neste momento, eu quero ouvir somente o meu coração.