21 de janeiro de 2011

Calma, ele voltará .

"Calma, ele voltará"
O coração dela parecia estar sendo despedaçado aos poucos.
Cada vez que o "adeus" era trazido em meio às lembranças, mais fortemente o coração destruía-se.

“Calma, ele voltará”
E, como uma criança mimada, lança-se às lágrimas, sacode as pernas e aperta as mãos colericamente.
Chora de forma compulsiva e implora para que o tragam a ela.

“Calma, ele voltará”
Sequidão na face; impõe-se como mulher, pega sua xícara de chá e cruza as pernas.
Acende seu cigarro e espera. De forma singela, o espera.

4 Comentários:

deia.s disse...

Que layout perfeito!

Sara disse...

Triste, mas lindo!

Tainã disse...

Mana, até o momento, esse foi o melhor (em minha concepção, é claro!).
Me mata de orgulho ^^

Jean Almeida disse...

Ando gostando dessa sua escrita simples, mas ao mesmo tempo tão 'carregada' de tanta emoção.
Acompanhando.

Postar um comentário