21 de janeiro de 2011

Faz de mim o que quiseres

Vício, inegável vício.
Torno-me cada dia mais sua companheira.
Ao teu lado, faço tudo aquilo que nunca ousei fazer.
Vício, inegável vício.
Te quero perto, bem perto.
Te desejo mais a cada instante.
Vício, inegável vício.
Vinde a mim extraindo todas as minhas forças.
Vinde a mim, jogue-me no chão, deixe-me assim.
Vício, inegável vício.
Faz de mim o que quiseres.

4 Comentários:

Tainã disse...

Ah vício. Inegável vício! rsrs

Jean Almeida disse...

O bom é que esse vicio mesmo em muitas doses nunca fará mal.Se esse vicio for o amor, claro, kk

Tathiane Cortez disse...

"Vício, inegável vício."
Não, não faça de mim o que queres
Permita-me ter pequenas doses que embriague esse tristonho coração.
" Vinde a mim, jogue-me no chão, deixe-me assim"

Vício.
Luara, gostei do seu texto. Ele desperta sentimentos e desejos. Parabéns.

Luara Potiguara disse...

Nossa, agradeço muito cada comentário,
sempre me incentivando.
Obrigada ^^

Postar um comentário