20 de janeiro de 2011

Passado .

Chega sem pestanejar. 
Chega querendo me domar.
Ah, me deixa!
Já não te quero aqui. 
Passado insano, vá embora!
Deixe-me só.