1 de março de 2011

Estranhamente meu.

Depois de uma noite de briga, a madrugada veio nos acalmar. Em seus braços, ganho beijos que me fazem dormir. Entre carinhos e palavras, você se mostra totalmente meu, sem inibição alguma, sem medo. Mostra-se livre pra dizer tudo aquilo que não dissemos em outros instantes, em outras lembranças. Agora, sou totalmente sua. Você se cala e somente olha em meus olhos. E nos seus, vejo indagações que criei, vejo certezas que dei e negações que afirmei. Você sorri, confirmando que sempre estará por perto. Nos comunicamos por nossos olhares, e isso mostra que você é estranhamente meu. A madrugada se espreguiça, e a manhã logo chegará. Então, em meus sonhos, te guardo e prometo ir te buscar.