12 de abril de 2011

Quero estar onde já estive .

Acordei e percebi como sou e o que quero.
Gosto do que não foi planejado,
gosto do que não é combinado.
Gosto do espontâneo.
Ele me doma,
me toca,
me tem, 
me transforma,
me assume,
me esconde,
me arranha,
me assanha. 
Me torna menina,
me faz mulher.
Gosto do que não é premeditado,
gosto de fazer sem imaginar,
gosto de ter idéias sem muito pensar,
gosto de tudo que acontece repentinamente,
gosto de você, gosto de mim, gosto da gente.

Ah, é tão doce esse sintoma que sinto,
essa saudade da espontaneidade
desse seu carinho infindo.
Detalhes me atraem, me divertem, 
me tornam outra pessoa:
um alguém mais livre.
Hoje, quero naturalidade.
Hoje, quero estar onde já estive.

1 Comentários:

deia.s disse...

Esse tu pode fica namorando, eu deixo! ♥

Postar um comentário