9 de junho de 2011

Pare por aqui .

Deito minha cabeça no travesseiro e os meus sentimentos transbordam
Entre risos e lágrimas, estou aqui mais uma vez.
Não faz sentido continuar com uma angústia que não passa,
Essa nostalgia que me laça e traça um destino que eu não quis.
Olham e acham que estou feliz, mas não estou.
E no meu choro sinto a amargura e esta amargura não sai de mim,
Por favor, vá embora, eu não quero mais você junto
Meu coração pulsa em um lugar inabitado, e eu atraio você,
Peço que você chegue e me refreie como sempre fez,
E desta vez que dure mais de um momento.
Não, não atue como se isso fosse episódio, porque é mais do que presumi.
E desta vez prometo ser pra sempre, eu e você uma visão só
Sonhei que éramos um, mas você não está em lugar algum
E novamente me faço em pó.
Minha garganta faz um nó e eu lembro o mal que me fez,
Atinge bem intensamente desta vez.
Pare por aqui
Eu não quero mais você em mim.

4 Comentários:

Stephanny disse...

Nossa best q lindo, esse poema é daqles q conseguem mostrar em palavras o q mtas pessoa sentem, mto lindo adorei ;*

Gio, Infinitivo Perpétuo. disse...

Interessante que você citou: 'entre risos e lágrimas' mas somente comentou sobre as lágrimas, acredito que foi o sentimento predominante... Acho que quando você cita 'por favor, vá embora' se trata desse sentimento predominante... Eu gostei do texto, muito bem escrito, gosto quando você rima, como aconteceu no final :) o fundo escuro e a fonte clara me incomodou pra ler :( mas seu nível de escrita continua ótimo e melhorando, adoro visitar aqui.

deia.s disse...

Com qualquer outro layout eu não me sinto muito a vontade – rs -, mas vamos ao post onde eu senti um conflito de sentimentos, de querer e não querer que me encantou. Daria uma boa música.

Você escreve muito bem, lua! (L)

P.s.: Deixando a frase que mais gostei: “Sonhei que éramos um, mas você não estava em lugar algum.”.

Amo você.

Gabriela F disse...

Que lindo poema, suas palavras continuam bela Lua, estava com saudades de te ler.

Postar um comentário