25 de setembro de 2011

Pequeno amor .

Ela passeava pelos próprios pensamentos e não queria sair de lá antes de tomar uma decisão. Suas mãos seguravam as dele e não estremeciam, a certeza estava dentro do coração dela, que já não mais batia deslumbrado.
- Acho melhor o fim. – Ela diz na certeza de não querer voltar atrás.
- Talvez você não tenha pensado direito!
- Não, é melhor o fim.
Ele sai do ambiente e nem olha pra trás.
Ela encara o chão e sorri, mas não de felicidade. Seu sorriso demonstra a certeza de que dentro dela ainda reside um sentimento inusitado. Ela sabe que ele vai encontrar alguém, então olha e diz em baixo tom, de modo que ele não ouviria:
- É, posso sentir o amor, e ele é preciso demais pra permanecer apenas comigo, preciso repassá-lo a mais alguém, por isso deixo você ir. Adeus!

1 Comentários:

deia.s disse...

Talvez ela tenho sorrido porque sabe ter feito a coisa certa.

:)

Postar um comentário