18 de setembro de 2011

Relaxa, ainda há vida lá fora!

Relaxa, ainda há vida lá fora!
Vamos embora, deixa a solidão que te apavora
Aflora o coração, não demora
Que o tempo já não pode mais nos esperar.

Relaxa, ainda há vida lá fora!
E todos que sorriem nos querem por perto
Em meu jardim, o seu deserto
Deixa que falem, vamos viver.

Relaxa, ainda há vida lá fora!
Mesmo parecendo tão difícil,
Ninguém tem nada com isso!
Pegue sua mala e vamos vencer.

Relaxa, ainda há vida lá fora!
E deixa que o vento sopre suas dores
Que eu te mostro amor e suas cores
Sem pensar, sem pestanejar, sem temer.

Relaxa, ainda há vida lá fora!

0 Comentários:

Postar um comentário