24 de fevereiro de 2012

Loucura é não te ter aqui .

Aos poucos aprendi que cada lembrança tem um significado, e que quando alguns momentos importantes são esquecidos, é porque estes realmente devem ficar pra trás. Então percebo que dentro de mim se encontra vivo cada momento com você, e isso pode ser uma loucura. Mesmo sabendo que devo esperar, mesmo quase sem fé, permaneço na ansiedade de te ter aqui comigo, e isso pode ser uma loucura. Seguro meu coração, palpitando a cada olhar seu, percebo que ainda não mudei, e que me sinto a menina que sempre fui ao seu lado. Vejo em seus olhos uma chama que você mesmo desconhece, e sua falta de coragem de olhar dentro dos meus olhos, afinal, você sabe (inconscientemente) que somos almas gêmeas. A cada briga, você se afasta, mas dentro de mim eu sinto que nenhuma briga significa o fim, e isso pode ser uma loucura. E dentro de um mundo só meu, existe muito de você. E isso pode ser uma loucura. Que se dane as pragas de alguns, que se dane a inveja e a falta de apoio de outros, eu sei que é você, e mesmo que seja uma alucinação minha, não me importa, enquanto seus olhos me afirmarem o que sinto, eu sempre saberei que é você. E isso se tornou uma loucura, e nesta loucura eu me apego, porque mesmo que o mundo se desfaça, mesmo que você diga que não, eu só acreditarem quando os seus olhos, olhando dentro dos meus, disseram a verdade, sem piscar, e isso pode ser uma loucura, mas loucura maior é não te ter aqui. 

0 Comentários:

Postar um comentário