28 de maio de 2012

Você se foi...


Você foi embora, quando mais precisei, você partiu.
Do que adianta ficar remoendo dores que não causei,
Se tudo o que falam de você, é verdade.
Você engana, fere e faz por querer.
E eu crente de que poderia haver mudanças,
Meu coração como criança, vivia na expectativa de uma restauração.
Você foi embora, quando mais precisei, você partiu,
E o que me apavora é que posso me acostumar com sua ausência,
Já que tua presença me fere com tanta intensidade.
Sua escolha machuca, mas é algo que você tem consciência.
Você foi embora, levou minha vida, e isso me dói,
Dentro do meu peito, essa dor me corrói,
E já não vejo sentido no nascer do dia.
Você foi embora, quando eu mais precisei, não queria você aqui.

0 Comentários:

Postar um comentário