13 de junho de 2012

Proteção longínqua.

Quero que você seja feliz, seja qual for sua escolha.
Peço que ela entenda o seus sorrisos, e que compreenda que as músicas que você gosta, dizem quem você é. Espero que ela saiba fazer você sorrir, daquela forma que você fecha os olhos e vai um pouco pra trás e para frente. Desejo que ela entenda que você sempre vai esbarrar nas coisas mais improváveis, desde armários, até portas. Espero que ela entenda que tem vezes que você prefere ficar sozinho, mas que gosta de receber mensagens. Quero muito que ela perceba que você não gosta de carinho na cabeça, mas gosta que alisem suas costas, de um jeito leve e discreto. Acredito que ela já entendeu que você gosta de abraçar, e de estar sempre perto, e que sempre que vai tomar banho ou limpar alguma coisa, você escuta música bem alto, e toca violão quando está triste, fazendo da música seu refúgio. Espero que ela entenda que você pode sentir minha falta, mas que também entenda que eu também sentirei a sua. E além de tudo, quero que você seja feliz, se o seu medo é maior que o seu sentimento, espero que você se livre, não por nós dois, mas por você mesmo.
Espero que você sonhe, quando dormir, e que se levante com uma cara de estresse, que depois de um sorriso, parece uma cara de quem só precisa de um motivo para tentar de novo. E, principalmente, desejo que você lembre-se de mim, quando eu me for, ao menos lembre-se dos pedidos que te fiz e do quanto eu amei, amo e amarei você.

1 Comentários:

jonas-16 disse...

Espero que ele perceba que a distância é um abismo. E que é melhor se sofrer junto.

Postar um comentário