20 de agosto de 2012

Meu ininterrupto jeito de amar .


Existe um momento sobrando entre nós,
E você sabe que este precisa ser vivido, antes de ter um fim.
Eu lutei todos os dias por você,
E hoje não quero acreditar que tudo o que fiz foi em vão.

Abrir os olhos, e ter a certeza de que você ao menos pensou em mim,
Num milésimo inútil de segundo sem significado,
E mesmo que eu não olhe nos teus olhos,
Posso me sentir bem próxima, ao seu lado.

Escrever sobre um amor tão dolorido,
Cheio de mistérios e impossível de não ter vivido.
Como pode um sentimento ser tão domado,
Afinal, ele fez metade do meu ser.

Eu só necessito te ver, sem pensar numa despedida,
Achar natural seu jeito de rir, e ouvir sua voz,
Sendo direcionada a mim, falando só comigo.
Eu só queria te abraçar, sentindo tua fragrância.

Queria deslembrar todas as expressões que não foram pronunciadas,
Solenizar com você tantos anos de um amor intenso,
Escutando você dizer que sente o mesmo, mas só em meus sonhos.
Nessa minha forma absoluta de te amar.

0 Comentários:

Postar um comentário