15 de outubro de 2012

"Como posso te querer tanto?"

Manias e desejos, defeitos e erros
Sorrisos, olhares e silêncios.
São momentos em que só o coração fala
A boca se cala, e o desejo aumenta.

Olhando em seus olhos, me sentindo segura,
Sem medo, cheia de saudade e louca por você.
Estranho, muito estranho sentir isso agora
"Como posso te querer tanto?"

Olho nos seus olhos e sinto uma mordida,
Seus lábios junto aos meus,
Seus olhos fechados e suas mãos em minha cintura,
Esse aperto significa tudo, amor.

Você se despede em silêncio, prometendo a volta,
Meus olhos lacrimejam sem controle,
Não de tristeza, mas de alegria.
Porque posso dizer que te amo, sem medo de errar.

2 Comentários:

Anônimo disse...

"mas quando voltar, volte para mim..."
palavras que sempre vou lembrar, meu amor.

Luara Potiguara disse...

E eu as diria quantas vezes necessária fosse. Eu te amo todos os dias, meu amor.

Postar um comentário