29 de outubro de 2012

Dentro mim é solidão .

Sou a reprodução de erros e desacertos.
Medos e manias.
Defeitos e vulnerabilidades.
Sou o resultado de algo que nunca deu certo.

Sou a resposta de mágoas e dores,
Traumas e ansiedades,
Angústias e amor frustrado.
Força e crítica baseada em mentiras.

Em minha cabeça cheia de problemas,
Minhas memórias e medos se apagam,
Meus planos e minhas promessas se descumprem,
E nada do que sou iria facilitar uma melhora.

Não sou evolução de algo bom,
Não sou uma pessoa que se deve usar como exemplo.
Eu machuco, eu maltrato e uso de cinismo.
Eu zombo, eu mato e minto.

Eu não vou estar perto quando precisam,
Eu não sou o que pensam,
Eu não quero sua pena,
Eu não quero que você chore comigo.

Eu nasci e dentro de mim estou sozinho.

0 Comentários:

Postar um comentário