23 de fevereiro de 2013

Pusilanimidade .

Me diz o que faço com toda essa dor,
E essa distância que parece me sufocar.
A insegurança e o medo se tornam metade de mim,
E em desespero o meu coração pulsa,
Numa vontade enlouquecida de tocar você.

O que irá nos segurar?
Me confirme que o amor vai bastar.
Eu tenho medo de me perder dentro de mim.
Preciso estar dentro de ti e não mais me enganar.

Eu tenho medo dos meus sonhos, e dos problemas,
Eu tenho medo de enfrentar o mundo,
Não estou pronta.
Ainda tenho medo do que se esconde no escuro.
Você pode me entender?

Eu ainda tenho medo do que se esconde no escuro,
E o que irá me segurar?
Me diga que suas mãos estarão lá.
Eu ainda tenho medo...
Será que você vai continuar o mesmo?!

0 Comentários:

Postar um comentário