9 de junho de 2013

Pequeno verso.

O meu menino, tão pequenino se aninha pra dormir.
Longe dos meus braços, parece perdido, não tem pra onde ir,
Meu menino, volte logo, estou a te esperar,
Não importa a distância, o amor é grande,
Eu sempre hei de te amar.

0 Comentários:

Postar um comentário